segunda-feira, 2 de abril de 2012

Cinema de Cacá Diegues na Caixa Cultural Rio

Mostra homenageia o cineasta brasileiro que completa 50 anos de carreira em 2012

Memórias, sentimentos e reflexões, descobertas, prazeres e angústias constituem a mostra Cacá Diegues – Cineasta do Brasil, uma homenagem aos 50 anos de carreira de Cacá Diegues, e que poderá ser conferida de 03 a 15 de abril, nos dois cinemas da Caixa Cultural Rio de Janeiro, em quatro a cinco sessões diárias.
Com curadoria de Silvia Oroz e Breno Lira Gomes, e patrocínio da Caixa Econômica Federal, a mostra será uma oportunidade para conferir, de uma só vez, toda a filmografia deste grande cineasta que soube, como poucos, enfrentar diversas fases do cinema brasileiro com maestria e produção de qualidade.
Durante o evento, serão exibidos curtas-metragens e longas-metragens, dirigidos,produzidos e roteirizados por Cacá, como Deus é Brasileiro, Nenhum motivo explica a Guerra e 5 X Favela – Agorapor nós mesmos. Haverá ainda, mesas de debate com a participação dodiretor, além de José Wilker, Antonio Pitanga, Zezé Motta, Lucy Barreto e Mário Abbade, entre outros.

Sobre Cacá Diegues:

Um dos fundadores do Cinema Novo, ao lado de Glauber Rocha, Cacá Diegues dirigiu ao todo 29 filmes, entre curtas e longas, e em 2012 irá produzir O Grande Circo Místico. São 50 anos dedicados à sétima arte e mais de 20 Prêmios na carreira. A mostra Cacá Diegues – Cineasta do Brasil, além de exibir os filmes dirigidos por ele, irá apresentar outros produzidos ou cujos roteiros foram assinados por Diegues.
O cineasta mira sua câmera para um Brasil desconhecido ou escondido. Sem preconceitos, conta a história da formação do país, tendo principalmente, em seus mais notórios trabalhos, a participação do negro, pilar da formação de nossa sociedade.
Carlos Diegues, em sua obra, representa, emblematicamente, três momentos importantíssimos do cinema brasileiro: surge com o cinema novo, nos anos 1960; o cinema da metáfora, nos anos 1970; e o cinema híbrido, que aparece ao redor dos anos 1980. É importante salientar que cada um destes momentos apresenta, também, uma metáfora do social abrangendo, portanto, quase 40 anos de vidabrasileira, com seus respectivos momentos histórico-culturais.
Há 50 anos chegava aos cinemas o filme 5X Favela, no qual Cacá Diegues dirigiu o episódio Escola de Samba Alegria de Viver. É com esse filme que ocineasta considera sua entrada profissional no cinema brasileiro, e que continua atuante no mercado, não só como realizador, mas também, como produtore revelador de novos nomes.


Serviço:
CAIXA Cultural do Rio de Janeiro – Cinemas 1 e 2
Endereço: Avenida Almirante Barroso, 25 – Centro (Metrô: Estação Carioca) - Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2544-4080
Datas: de 03 a 15 de abril de 2012
Horários: Consultar aProgramação de cada dia
Ingressos: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia, além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia)
Bilheteria: terça-feira a domingo, das 10h às 20h
Lotação: 85 lugares
Classificação:Verificar classificação etária de cada filme
Acessopara pessoas com deficiência
Site da Mostra: www.mostracacadiegues.com.br
Programação completa: www.caixa.gov.br/caixacultural