segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Hiperativo com o comediante Paulo Gustavo na Associação Médica Fluminense em Niterói


Como bem disse ironicamente Mario Quintana em seu Caderno H, “o pior dos nossos problemas é que ninguém tem nada a ver com isso”. Será? De fato, mais difícil que administrar o mundo ao nosso redor, é administrarmo-nos no mundo. E que mundo! Cada vez mais cheio, mais quente, com mais informações, mais expectativas, medos, neuroses e paranóias também. Só mesmo sendo muito calmo ou indiferente para ficar tranquilo diante dele.
Não é o caso do ator e comediante Paulo Gustavo que, após o enorme sucesso de Minha mãe é uma peça, sobe novamente sozinho ao palco – dessa vez sem maquiagem nem personagem, mas munido de aguçada visão, humor peculiar, muito talento e alguns recursos especiais – para mostrar como fazer escolhas, expressar-se, administrar os medos todos (de avião, de ficar sozinho, de perder a saúde), a convivência com as pessoas, a irritação que ela pode provocar, as inevitáveis comparações, a vida afetiva na pós-modernidade com suas noitadas, buscas, caças, competições, erros, inseguranças… não é nada fácil. No entanto, pode ser bem engraçado quando visto de fora. Se é que alguém está de fora; pois se você está vivo nesse mesmo mundo, desconfie de que não.
Quem sabe você também não é um Hiperativo?


 Hiperativo com Paulo Gustavo na AMF (Divulgação)

Serviço
Hiperativo
Dias 09, 10, 11, 16 e 18 de setembro
Sextas e Sábados às 21h e domingo às 20h
R$ 60,00 (inteira), R$ 30,00 (meia entrada)
Duração: 60 minutos
Classificação etária: 16 anos