quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Alexandre Gismonti nesta sexta-feira no palco do Teatro Municipal de Niterói

Filho do músico e compositor brasileiro Egberto Gismonti, Alexandre Gismonti se apresentará nesta sexta-feira, 30 de setembro, às 21 horas, no palco do Teatro Municipal de Niterói. Espelhando-se na riqueza da música nacional tocando ritmos como o choro, baião, coco e valsa, em 2009 lançou o álbum Saudações pela gravadora alemã ECM e mostra toda a sua versatilidade através de seu violão nesse show.
Desde cedo um contato íntimo e doméstico com a música que fluía no ambiente familiar. Aos 12 anos abraçou o violão, seu instrumento único e eleito e aos 15 já subia aos palcos acompanhando as turnês do pai, com quem excurcionou por cerca de 15 anos, levando sua música aos quarto cantos do mundo: da América do sul ao Oriente médio, passando pela América central e Europa ocidental, predominantemente. Nessas viagens, além de desenvolver-se como artista no palco, Alexandre conviveu com muitos dos maiores músicos vivos, além de seu pai, e deles recebeu ensinamentos e influências que o guiaram na construção de sua linguagem artística.
Em 2009, lançou o álbum “Saudações” pela gravadora alemã ECM, apresentando um duo de violões composto por Alexandre e Egberto Gismonti, o qual representa o fruto de anos de trabalho no palco. No repertório, regravações e inéditas de Egberto, além de “Chora, Antônio!”, composição de Alexandre dedicada ao seu bisavô Antônio Gismonti, primeiro compositor de sua família. Em 2010, estréia seu primeiro trabalho solo ao lado de uma dupla de percussão e baixo (por Felipe Cotta e Mayo Pamplona, respectivamente).
O Alexandre Gismonti Trio, apresenta o álbum “Baião de domingo” lançado pela gravadora brasileira Fina flor e traz músicas inéditas do compositor alternadas por clássicos da música brasileira em arranjos originalíssimos. O resultado recebe ótimas críticas em todos os grandes jornais e uma inédita indicação ao maior prêmio de música no Brasil, o “Prêmio da Música Brasileira 2010 – na Categoria Revelação”.
Ainda em 2010, Alexandre é convidado a integrar o conceituado projeto Americano “International Guitar Night”, o qual já havia contemplado grandes do violão brasileiro como Guinga, Marco Pereira e Paulo Bellinati. Grava ao vivo no Canadá o álbum “IGN V”, que é lançado e distribuído pelo selo Warner daquele país. Seguindo o cronograma do projeto, sai em três turnês consecutivas, pelo Reino unido, Canadá e Estados unidos. Mais uma vez ao lado de músicos experientes, Alexandre e os violonistas Brian Gore (USA), Pino Forastiere (Itália) e Clive Carroll (Reino Unido) se unem para experimentar uma sonoridade única e particular. O resultado é fruto da inusitada combinação entre violões de aço e nylon e do intercâmbio entre diferentes culturas musicais. ‘’IGN V’’ voa do choro brasileiro às danças irlandesas, sempre com um toque refrescante de modernidade tão característico ao violão contemporâneo.
A música de Alexandre Gismonti se espelha na riqueza e diversidade da música brasileira. Choro, Samba, Baião, Côco, Valsa e entre todos estes estilos. O Brasil  está permanentemente presente em suas composições.
O violão, sua grande paixão, é o principal canalizador de sua criatividade. Através dele, o músico passeia pelas mais sofisticadas e surpreendentes sonoridades harmônicas assim como contempla a riqueza de linhas melódicas dotadas de grande imaginação. Não obstante, o senso de liberdade junto à busca incessante pelo desconhecido dão forma ao seu constante experimentalismo, no qual a fusão de elementos e estilos musicais abrem novos afluentes para a sua arte de transformar idéias e sentimentos em música.
Desta forma, o trabalho de Alexandre Gismonti segue sua trajetória inventiva. O jovem músico segue o caminho e carrega a bandeira da nobre tradição do violão brasileiro. Pedindo sempre a Villa-lobos, João Pernambuco, Dilermando Reis, Garoto, Baden Powell, Hélio Delmiro, Guinga, Egberto Gismonti e todos os grandes e pequenos que constroem nossa cultura, “a benção”.



Alexandre Gismonti no Teatro Municipal de Niterói (divulgação)

Serviço:
Alexandre Gismonti no Teatro Municipal de Niterói
Data: 30 de setembro (sexta-feira)
Horário: 21 horas
Valor: R$ 20
Classificação etária: Livre
Duração: 70 minutos
Local: Teatro Municipal de Niterói
Endereço: Rua XV de Novembro, 35 – Centro
Informações: 2620-1624