terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Libertango fará shows gratuitos com Soraya Ravenle e irmãs Wirtti no Espaço Furnas


Às vésperas de completar 20 anos de carreira, o LiberTango, formado por três integrantes da família Caldi, fechará a temporada de shows em 2015 com apresentações gratuitas nos dias 21 e 22 de dezembro, ás 19h, no Espaço Furnas Cultural. No primeiro dia, o projeto “Tangos Hermanos – LiberTango e convidadas” terá no palco as cantoras Nina Wirtti e Grazie Wirtti, e no segundo, a cantora e atriz Soraya Ravenle.
"”Libertango” é uma palavra inventada por Astor Piazzolla em forma de música, carregada de vigor e sentimento. Aqui no Brasil, nosso trio se apoderou completamente de seu significado, em 20 anos de existência. A nossa liberdade musical começou na própria admiração pela obra deste compositor argentino polêmico, amado e odiado em seu próprio país”, explica Marcelo Caldi, acordeonista do LiberTango.
Com mais Estela Caldi ao piano, e Alexandre Caldi nos saxofones e flautas, o trio LiberTango lançou recentemente o seu quarto álbum, "Tangos hermanos", atualizando o diálogo musical entre brasileiros e demais latino-americanos, num momento em que o Rio de Janeiro tem recebido grandes fluxos de migrantes e turistas latinos.
As surpresas estão em versões 'tangueadas' de canções brasileiras, de autores como Lupicínio Rodrigues ("Nunca"), por exemplo. E não poderia faltar uma homenagem também a Chico Buarque, numa ousada interpretação de “Rosa dos ventos", com arranjo de Alexandre Caldi. As duas interpretações serão de Soraya Ravenle no espetáculo.
As irmãs Grazie Wirtti e Nina Wirtti, por sua vez, revisitarão tangos famosos dentro de uma linguagem contemporânea, como “Naranjo en flor” (Virgilio Expósito e Homero Expósito), além de uma canção de autoria de Marcelo Caldi em parceria com Hermínio Bello de Carvalho, “Espinheiras”. As irmãs fazem ainda uma bela homenagem a Violeta Parra, com as clássicas “Volver a los 17” e “Gracias a la vida”.
Entre tangos, choros, milongas e habaneras, o recente álbum "Tangos hermanos"  (Mills Records) traz composições inéditas dos irmãos Caldi, Alexandre e Marcelo, além de ousadas releituras de Ernesto Nazareth e Astor Piazzolla. O famoso tango de Astor Piazzolla, "Libertango", por exemplo, é interpretado com ares de quadrilha, com direito a zabumba e a triângulo. O arranjo de Marcelo Caldi suscita um inusitado diálogo entre o gênero argentino e a música nordestina. Essa é apenas uma das novidades do quarto CD do grupo, que pela primeira vez apresenta o lado autoral dos irmãos Caldi.
“Dentro de um ambiente familiar, um santo de casa milagreiro nos ajudou a produzir quatro CDs, com arranjos tradicionais e ousados, compositores clássicos e contemporâneos, músicas próprias, milongas, folclore, tangos argentinos e brasileiros, experimentações com baixo acústico, violino, bateria, saxofones, flautas, vozes, piano, sanfona (substituindo o "insubstituível" bandoneon), violão, bandolim, zabumba e triângulo. Hoje nos sentimos cada vez mais à vontade, nosso compromisso é com a latinidade e com a coragem de ser livres para experimentar novas ideias que surpreendam a todos. Dois mil e dezesseis promete”, afirma Marcelo Caldi.

Sobre o LiberTango – Tango em Família
O grupo LiberTango mantém vivo o legado do acordeonista argentino Astor Piazzolla em terras brasileiras e é a prova do profundo diálogo musical entre os dois maiores países da América do Sul. Além de "Tangos hermanos", possui outros três discos gravados: “LiberTango – a música de Astor Piazzolla” (Delira, 2005), “Cierra tus ojos y escucha” (Delira, 2007) e “Porteño” (Delira).
Estela Caldi – pianista
Mestre em piano pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), lançou o disco “Villa-Lobos por Estela Caldi”, patrocinado pela Fundação Universitária José Bonifácio.  Gravou participações especiais em obras de Ronaldo Miranda e Caio Senna, que a ela foram dedicadas, e no disco “Origens” (2011), de Leo Gandelman, entre outros.

Alexandre Caldi – saxofones e flautas
Compositor, arranjador, produtor musical e professor, é um dos raros nomes do sopro brasileiro a incorporar influências latinas com requinte e expressividade em sua obra. Lançou o disco “Festeiro”, pela Delira, em 2008, e toca os saxofones soprano, alto, tenor e barítono, além de flauta, flautim e pífanos.

Marcelo Caldi – acordeom
Um dos responsáveis pela revitalização atual da sanfona, vencedor Prêmio Funarte Centenário de Luiz Gonzaga, através do qual lançou o CD e o livro de partituras “Tem Sanfona no Choro” (apoio do IMS). Já se apresentou ao lado de grandes nomes da música como Gilberto Gil, Chico César, Elba Ramalho, Chico Buarque, Elza Soares e outros.


Libertango com Soraya Ravenle e irmãs Wirtt (divulgação)


Serviço:
Tangos Hermanos - Libertango
Local: Espaço Furnas Cultural
Endereço: Rua Real Grandeza, 219 - Botafogo - Rio de Janeiro
Datas: 21/12, com Nina Wirtti e Grazie Wirtti, e 22/12, com Soraya Ravenle
Horário: 19h
Ingressos: entrada franca. Os ingressos serão distribuídos a partir das 14h, nos dias dos espetáculos, 1 (um) ingresso por pessoa, limitados à capacidade do auditório (192 lugares). Para acesso ao Espaço Cultural, é necessária a apresentação de documento com foto.
Classificação etária: livre.
Informações: (21) 2528-5166 (segunda a sexta, das 9h às 17h)​
​E-mail: espacofurnascultural@furnas.com.br