quarta-feira, 4 de abril de 2012

Auto da Paixão de Cristo será encenado pelas ruas de São Gonçalo

Nesse ano, a Prefeitura de São Gonçalo incrementou a celebração sobre a vida e trajetória de Jesus Cristo: Auto da Paixão de Cristo. A novidade é a parceria – inédita – entre a Prefeitura e a Liga das Escolas de Samba de São Gonçalo (Liessg), que estará responsável pelo cenário e o figurino da encenação. Com a participação da Arquidiocese de Niterói, o evento será realizado nesta sexta-feira, 06 de Abril, entre 18h e 22h, e será gratuito.
A direção artística do espetáculo conta com os atores Ivan de Oliveira e Valério Bandeira. Padre Ademar Pimenta, pároco da igreja Matriz de São Gonçalo irá representar a Arquidiocese ao lado do novo arcebispo, dom José Francisco Rezende.
A coreografia de dança será do Espaço Atittude de Dança, coordenada por Karen Ramos. Todos os atores que irão compor o elenco são do município. São eles: Simone Leal (Maria), Lucimar Cena (José/Pilatos), Camato Lima (Judas), Fernando Matos (João), Gabriel Mendes (Tentação), Jean Macedo (Anjo Gabriel), Valério Bandeira (Jesus).

Paixão de Cristo em São Gonçalo (divulgação)

De acordo com o presidente da Liessg, Vanderlei Borges, nesse ano a produção será marcante para o público. “Estamos desenvolvendo todo o cenário e cerca de 80 pessoas estão trabalhando na realização do evento. Detalhe que os atores e produtores são todos da cidade. As principais novidades são a cena da fuga da família e a subida do Cristo. Na escadaria, será montando um grande palco e o caminho antes percorrido durante a encenação foi modificado, de forma que os carros entrarão por trás da igreja”, explica Vanderlei.
A cada ano, o Auto da Paixão de Cristo supera as expectativas de público em São Gonçalo. Aproximadamente 20 mil pessoas lotam o centro da cidade para acompanhar a história emocionante de Jesus Cristo. No total, cerca de 100 profissionais estarão envolvidos no evento.
“Eventos como esses levam uma mensagem positiva para a população, propagando paz e esperança, através da trajetória de Jesus Cristo, um homem que serve como espelho para nosso dia-a-dia, mesmo após dois mil anos”, acrescenta o secretário Carlos Ney.
No dia, 06 de Abril, a Rua Cel. Moreira César, onde fica a Igreja Matriz, será fechada a partir das 16h, para que os fiéis possam se acomodar e acompanhar a trajetória de Cristo, da sua infância até sua ressurreição.