segunda-feira, 12 de março de 2012

Lançamento do livro Lidoka, uma vida frenética de Lidoka Martuscelli na livraria Travessa de Ipanema

Lançamento do livro Lidoka, uma vida frenética (Uma trupe de jovens mulheres se aventura no movimento contra cultural Dzi Croquettes), de Lidoka Martuscelli. O evento aconteceu no Rio de Janeiro na livraria Travessa de Ipanema. Com o prefácio de Silviano Santiago. Apresentações de Jorge Fernando, Orlando Senna e Antônio Carlos Miguel.

Lidoka, uma vida frenética de Lidoka Martuscelli (divulgação)

Revelador autorretrato de uma Frenética quando jovem, Lidoka, uma vida frenética tem o perfil de um “romance de formação”. Ou de “de formação”, de alguém que remou contra a maré oficial e careta daquele Brasil sob forte ditadura. Lidoka, a menina ligada na tomada, que, a partir dos 11 anos, com a morte do pai, viu seu mundo de contos de fadas desabar, enfrentou a vida, se reinventou, e se juntou à comunidade contracultural que sacudiu boa parte do planeta a partir do fim dos anos 60.
Com luvas de pelica, Lidoka resgata do passado a experiência de vida bem vivida para nos relatá-la. Vestindo e revestindo o “Pai” da Famiglia Dzi Croquettes, Lennie Dale, a “Soberana” Duse Nacaratti e outros diversos personagens de um momento tão original e notável da cena teatral e musical brasileira, as histórias contadas por Lidoka cobrem o período que vai da sua infância à vivência com as Dzi Croquettas, trazendo de volta um tempo em que a magia de colocar atrizes e dançarinas junto a mulheres comuns era um sonho possível. Conhecer ou reviveresse tempo e suas deliciosas memórias é como atravessar um alucinante túnel do tempo.