quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

O Caderno no Teatro SESC Casa da Gávea até 12 de fevereiro

O Caderno estréia neste sábado, 21 de janeiro, no Teatro SESC Casa da Gávea será um espetáculo que trata de emoções, na história de um ser humano em superação permanente. Rafael Mannheimer transforma aqui suas anotações feitas em uma clínica psiquiátrica, em comunhão com suas reflexões para o desenvolvimento de um roteiro que junta na mesma narrativa cenas autobiográficas e épicos doteatro clássico - como a interpretação do solilóquio de Hamlet, nos 12 versos alexandrinos em inglês britânico castiço, que é uma forte referência doator. 
Da Comédia a Tragédia, a direção de Márcio Libar, traz ao espetáculo o conceito fundamental: “O artista é um ser humano em estado de rendição. Para encontrar o amor da platéia, basta ser quem se é e estar vivo no momento presente”, diz o diretor, que é conhecido no meio cênico pelo seu trabalho com comicidade e palhaçaria – ele será também o diretor geral do projeto “Aonde Está a Graça –Teatro, Comicidade e Palhaçaria”, que será uma ocupação da Casa da Gávea a convite do ator Paulo Betti, um dos administradores do teatro, que acontecerá no período de 21 de janeiro a 12 de fevereiro apresentando diferentes peças dirigidas por Libar.
O ator coloca no palco a sua identidade judaica relembrando passagens da família e seu Bar Mitzvá,  usando o mesmo alfaiate da época para produzir o figurino, com a diferença de que ele agora escolhe o modelo, comenta com humor característico judaico. Como ele gosta de dizer, “a peça é um rito de passagem e nada melhor do que retomar esse clima de família, recuperando aquela criança dentro de um Rafael adulto”, diz.
O Caderno será uma homenagem ao Teatro, desde a sua origem, onde o Ato e as camadas mais profundas da psique humana se confundem, e se transformam aqui, em amor, liberdade e comoção. Tudo com um enfoque leve diante de uma história real, onde os aforismos criados pelo autor ganham uma interpretação que brinda avida.  “É um relato documental de uma vida, um rito de passagem que coloquei no palco de uma forma leve e com humor”, descreve Rafael.
Por viver o teatro intensamente, o ator Rafael Mannheimer começou aconfundir realidade com encenações. Sua carreira começou em 1992, mas foi em1998, quando entrou na faculdade de artes cênicas, que começou a sentir alterações comportamentais. Durante as crises e internações, e entre o tempo de tratamento terapêutico, fez anotações sem se preocupar com grafia ou ordem de qualquer tipo. Quando percebeu, tinha um material rico em mãos e resolveu reunir tudo em uma história com sua experiência de vida. O espetáculo contará com assessoria psicanalítica do Dr. Luis César Ebraico.


O Caderno  no Teatro SESC Casa da Gávea (divulgação)

Serviço
O Caderno
Mostra Aonde está a Graça – Palhaçaria e Comicidade
Teatro SESC Casa da Gávea
Temporada: de 21 de janeiro a 12 de fevereiro
Dias: Sábados e Domingos às 21hs.
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia)
Não recomendado para menores de 14 anos