terça-feira, 28 de junho de 2011

Dançando para não dançar fará apresentação nesta sexta-feira em São Gonçalo

O Dançando Para Não Dançar e a Petrobras apresentam espetáculo da Cia. Dançando Para Não Dançar nesta sexta-feira, 1º de julho, às 16 hora, na quadra da Escola Municipal Paulo Reglus Neves Freire, em São Gonçalo com entrada é franca.
 A companhia é composta por bailarinos de comunidades populares do Rio de Janeiro que apresentará trechos de balés com coreografias assinadas por Paulo Rodrigues e direção de Thereza Aguilar, como os populares Urubu Malandro e Kizomba, além de Don’t Worry, Be Happy, de Bobby McFerrin, em versão cantada por Mart’nália.
 O objetivo é levar cultura às diferentes comunidades, em especial o balé clássico e contemporâneo, o Dançando Para Não Dançar faz espetáculos gratuitos ao longo de todo o ano. Foi seguindo esse objetivo que foi criada a Cia Dançando Para Não Dançar. Esse ano o projeto já se apresentou na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, e na Escola Estadual Monteiro de Carvalho, em Santa Teresa.
A Companhia se apresentou também em diferentes teatros, inclusive no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e chegou até o Palácio do Planalto, quando o projeto recebeu o Prêmio “Objetivos do Milênio”, em 2005.
O Dançando Para Não Dançar utiliza o perfil lúdico do balé clássico como instrumento de inclusão social e de cidadania. Os principais alvos são a profissionalização de jovens, o incentivo à participação cultural e o combate à exclusão social, ao proporcionar acesso à formação em uma profissão na qual dificilmente estes jovens ingressariam. Hoje atua em 13 comunidades, além da escola de dança no centro da cidade, e atende cerca de 840 crianças e jovens.

Dançando Para Não Dançar em São Gonçalo (Divulgação)

Serviço:
Cia. Dançando Para Não Dançar (Balés Populares)
Horário: 16h
Local Escola Municipal Paulo Reglus Neves Freire - Estrada Da Conceição, 1111 - Porto Do Rosa, São Gonçalo
Duração: 1 hora
Entrada: Grátis
Capacidade: 500 lugares
Censura: Livre